Curso Terapia Natural

O CURANDEIRO E AS ERVAS: na interação a cura acontece

A partir do momento em que você conhece profundamente o reino vegetal, descobre uma rica fonte de cura. Esta cura acontece por meio da energia, da magia e das propriedades medicinais que as plantas possuem.

O antigo Curador (ou Curadora), repassava seus conhecimentos a tribo para conduzir o grupo a uma vida saudável na terra – matéria e no espirito – alma. Já naquele tempo, era sabido que o equilíbrio entre a matéria e o espirito é fundamental para se ter felicidade e completude na vida.

Somos seres espirituais em uma experiência terrestre!

Nos dias de hoje, a internet e suas várias possibilidades de aprendizado facilitam a busca e a implementação de uma vida mais natural. Você pode utilizar as ervas como uma poderosa ferramenta de cura, pode se tornar um Curador (ou Curadora) de si e ainda trabalhar como Terapeuta Natural.

LEIA MAIS: As plantas e seus poderes ocultos

3 passos fundamentais para qualquer Curador trabalhar com ervas

  1. Veja as plantas com um novo olhar. Amor, cuidado e empatia são necessários para estabelecer um relacionamento afinado com elas. Isso significa “ter mão boa para as plantas”.
  2. Faça sempre uma anamnese e entenda o problema em vários níveis. Independente se o problema é seu, de outra pessoa, de um animal ou de coisas.
  3. Estude cada caso e escolha a erva certa. Existem centenas de ervas no reino das plantas, bem como várias opções para o trabalho espiritual e físico. Sempre explore as possibilidades.

APRENDA: Aberta as inscrições para 1ª Semana 100% online e gratuita da Terapia Natural

Ás árvores são uma das maiores aliadas da Terapia Natural. Cada uma tem seu mistério e sua força particular, são incríveis companheiras e professoras na jornada de se reencontrar como um Curador (ou Curadora).

3 árvores com poderes mágicos que você precisa conhecer

  1. Amendoreira: na magia ela é utilizada para abrir a visão extra-sensorial, vidência e clarividência. Além de equilibrar nossa relação com a matéria, fato que a torna muito utilizada para atrair dinheiro e em rituais de prosperidade.
  2. Carvalho: é considerada sagrada pela maior parte das civilizações antigas europeias, entre elas os celtas e os vikings. Demora muito tempo (cerca de 50 anos) para produzir bolotas e chega a viver mais de 1000 anos. Representa o poder, a sabedoria, a força e a resistência, sendo uma “arvore portal” para o mundo espiritual.
  3. Bétula (vidoeiro): protege, purifica, fertiliza, recomeça. Ela é considerada um artifício de limpeza e purificação. Essas características a tornaram a árvore oficial da “vassoura das bruxas” que eram feitas com seus ramos para limpar as más energias na manhã seguinte ao Solstício de Inverno, a noite mais longa do ano. A casca do vidoeiro era usada para proteção espiritual, com a sua seiva era feita uma poção mágica para tratar alguém que estivesse vítima de ataques espirituais. Era com galhos desta árvore que se acendiam as fogueiras de Beltane e, por estar associada aos começos, era com sua madeira que se faziam os berços, protegendo assim as crianças contra as energias negativas.

Com um profundo aprendizado e uma valiosa entrega espiritual, o Curador (ou Curadora) pode obter cura com o uso terapêutico das ervas.

Quer saber mais sobre como se tornar um Terapeuta Natural especialista em ervas? Assista a 1ª SEMANA DA TERAPIA NATURAL – O PODER DAS ERVAS. 100% online e gratuita, ela é dividida em 5 aulas sobre as propriedades e segredos das ervas, além dos inúmeros benefícios que a Terapia Natural oferece para a sua vida e na vida de outras pessoas.

Terapia Natural
CLIQUE E FAÇA A SUA INSCRIÇÃO

Comments are closed.